segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Ser mãe é...

... dar risada todos os dias.

Não sei se já contei, mas sou mãe de um moleque muito pestelento, que vive a vida para atormentar a irmã e para aprontar.

Na sagrada compra das sextas-feiras (claro que naquele mercado que dá carro), costumo comer empadinha na hora da saída. Na última semana, fui fazer compra com as duas criancinhas Hummel, já que a Bibizoca não teve aula. Paramos na casa das empadas, pedi a minha de camarão, a Bibizoca uma de frango, e Peteleco queria coxinha. Que não tinha. Perguntei a ele se podia ser bolinho de carne, e ele, muito remelento, respondeu que não. Perguntei então se poderia ser uma coxinha de carne, e ele topou. Comeu a "coxinha" de carne inteirinha e concluiu: "mamãe, coxinha de carne é muito mais gostosa que a outra que eu gostava". Na saída, fazendo a lista de convidados para seu aniversário, disse que convidaria os amigos da Floresta Encantada, o amigo fiel do SAA, Lucas, e alguns amigos do prédio. Mas não poderia convidar o Lucas, pois não sabia se o Lucas torcia para o Santos, para o Porco ou para o Flamingo. "Flamingo é igual aquele bicho que a gente viu no zoológico do Chile né mamãe?". Claro, claro, claro.

E falando em ser mãe... temos que dividir o dinheiro para que ele renda. E como fazer isso? Com mágica. É muita coisa que uma mãe precisa pagar, e tem dias que tenho surtos mentais. Na escola nova, há uma excursão por semana. Fora os mil gastos extras que a escola inventa. That's the life! Estamos há 70 dias do aniversário do Peteleco e há 76 dias do aniversário da Bibizoca. Na eterna indecisão geminiana e sem saber o que fazer, decidi ver buffet mas... não tem mais data em nenhum buffet legal. What to do? Aluguei os três salões de festas do condomínio. Em um salão, colocarei os monitores com as crianças até 7 anos. No outro, os teens e no terceiro colocarei os adultos. Será que dou conta? Bom, contratei um buffet MARA. Eles vem e trazem os monitores e recreacionistas, um gerente para a festa, uma recepcionista, quantos garçons eu contratar, fazem a decoração do salão, trazem louça, descartáveis, salgados para serem fritos ou assados na hora, bolo, doces e lembrancinhas. Quer facilidade maior? Não vou nem ter que tirar o carro da garagem!

Fica a dica, para quem quiser: Ateliê das festas. Falar com a Ayumi. Digam que é indicação minha. Ah... o preço? Bom, para tudo isso, confesso que sai mais caro que fazer em um buffet que não seja em domicílio. Mas a opção de pagamento foi algo que não encontraria em lugar nenhum, então, indico o lugar! Assim sobra tempo para eu continuar sem tempo e correndo com a vida. Tic tac, tic tac, tic tac...

Como anda a vida no Solar dos Hummel

As coisas andam na maior agitação. Como agora escrevo um blog para o condomínio, fico quase sem tempo para aparecer por aqui. Tenho trabalhado intensamente no condomínio, mas está sendo tudo muito compensador. Em duas semanas fizemos coisas que a administração Cyrela/Mondex não fez em nove meses. Estamos correndo atrás do prejuízo, eu, o Tim Maia (síndico) e o Léo (sub-síndico). Mas como a vida continua...

... na última sexta-feira houve uma deliciosa noite de queijos e vinhos aqui no Solar. Tudo começou com um iPhone. Estou fazendo uma campanha para ganhar um iPhone. Com a ajuda do time masculino de futebol do Ápice, comecei a campanha. A idéia da minha amiga de coral, a Carol, foi de fazer uma rifa de brigadeiros. Perguntei ao Tim se ele compraria um número da minha rifa, e recebi um sonoro NÃO, pois segundo sua esposa, a dra. Primeira Dama Helô Pinheiro, ele faz o melhor brigadeiro do mundo. Combinamos uma panelada na casa dela, que seria precedida de algumas pizzas. Eis que do nada resolvi fazer tábuas de queijos e frios (que ficaram LINDAS) e transferimos a noitada para o Solar. No caminho, convidamos a família Montoza para se juntar às nossas, e assim fomos até as duas da manhã. Demos boas risadas, nos divertimos muito, mas tivemos de acordar cedo no sábado, pois tivemos eleição do síndico mirim.

Outra invenção minha, que quase não tenho o que fazer, mas que foi muito bem recebida pela comunidade adulta. Elegemos um corpo diretivo mirim, de crianças até doze anos, que estão cheias de projetos para o condomínio.

Após a eleição, e após pagar para o Peteleco com algumas horas de videogame, cabulamos a festa da hora do almoço e só saímos de casa no meio da tarde, para o chá bar da minha "filha" de vinte e dois aninhos. Vi minha amiga querida Alda, paguei mico tendo minha adorada e macia e sem acne e linda pele do rosto lambrecada de chantily, mas valeu pela diversão.

Para compensar, passei o domingo em casa padecendo com crise de sinusite e de enxaqueca. Como eu sempre digo, o pulso ainda pulsa...