sexta-feira, 16 de outubro de 2015

Sobre Sonhos

Todo mundo precisa sonhar. PRE-CI-SA do verbo "precisar muito". Porque quem não sonha, deixa de viver. E eu vivo intensamente, pois minha vida é permeada de sonhos.

Sou contra a inveja. Acho que inveja não está com nada, pois geralmente a inveja existe por coisas materiais, e na minha concepção, tudo que é material, está ao alcance de todos. E se consegue de um modo bem simples: TRA-BA-LHAN-DO.

(estou meio silábica hoje).

Absolutamente tudo que sonhei, consegui. Fui dos menores sonhos até os maiores. Sonhava trabalhar em uma multinacional. Sonhava ser uma executiva. Sonhava ser mãe. Sonhava ter um bom marido. Sonhava morar em casa própria. Sonhava morar em um apartamento com churrasqueira na sacada. Sonhava morar em uma casa com piscina. Sonhava viajar de avião. Sonhava viajar para fora do Brasil. Sonhava morar fora do Brasil. Sonhava morar na Europa. Sonhava ter um computador da Apple. Sonhava passar pela Torre Eiffel. Sonhava olhar de frente com meus próprios olhos, pessoalmente, ao vivo, o Palácio da Rainha da Inglaterra. Sonhava ter um diploma de curso superior. Sonhava fazer pós-graduação. Sonhava conhecer a Disney. Sonhava ter televisão no quarto. Sonhava ter um carro com ar-condicionado e teto solar. Sonhava entrar no shopping e comprar o que eu quisesse. Sonhava, sonhava, sonhava...e realizei todos os meus sonhos. E para mim, sonho é assim: realizou, perdeu a graça, "bora" correr atrás de sonhar mais.

Foi assim, atrás de um grande sonho, que entrei em um parque de diversões. Foi assim, de mãos dadas com uma amiga muito querida, que adentrei na Disney com o coração disparado de emoção. Minhas mãos tremiam. Parecia tudo um sonho, não a realização. E foi em meio a montanha russa que minha amiga me mostrou que era possível continuar sonhando. Que os brinquedos eram infinitos e as filas ilimitadas. Só dependia de mim, da minha coragem em seguir em frente e continuar sonhando e realizando. Foi assim....que aos quarenta e um anos, quatro meses e oito dias de vida, que me emocionei com cada "looping" e tive a maior certeza do que eu sempre quis na vida: nunca parar de sonhar e realizar!

Para minha amiga H., minha eterna gratidão, pela amizade, pelo companheirismo e por todas as lições que me passa nestes anos todos. Meu mais profundo amor por me levar para a montanha-russa e saber o que é adrenalina de verdade!

Nenhum comentário:

Postar um comentário