segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Sobre o surgimento da vida

A vida se renova a cada segundo. Respiramos e...renovamos. A cada respiração, há que existir a consciência de que aquele já é um momento passado, não volta. Quantos momentos deixamos passar, sem perceber ao longo da vida?

Infelizmente, na correria cotidiana, não somos mais capazes sequer de prestar atenção nesta respiração, quem dirá outras coisas que existem ao nosso redor.

Apesar desta grandeza da renovação de segundo em segundo, existe uma forma de renovação que é uma dádiva, o maior presente que pode existir na vida é a chegada de uma criança.

Não sei quantas pessoas já pararam para pensar na chegada de um bebê. Sempre que converso com amigas grávidas, que reclamam da fome, do cansaço, do mal humor, explico-lhes que seus organismos estão trabalhando incessantemente para formar um novo ser, que virá ao mundo com perfeição, com órgãos que funcionam, com todas as partes necessárias para se viver, e que somos nós, as mulheres grávidas, quem estamos fazendo todo este trabalho. Isto é mais que grande. É o milagre da vida.

Há onze anos, minha amiga ficou grávida. Chorei quando soube. Chorei não de emoção, mas pela forma com a qual fiquei sabendo: através de uma colega dela de faculdade que morava no mesmo condomínio que eu. Chorei de tristeza por ela ter sido a primeira pessoa a participar da minha gestação, e eu saber da dela assim, no elevador. Logo depois, fiquei grávida também, nos encontramos, ela já estava bem barriguda, eu em começo de gestação. A minha não vingou e o bebê dela nasceu. Soube através de outra amiga em comum que estava tudo bem. Em seguida, fui morar fora do Brasil e nos reencontramos quando voltei. 

O bebê dela já era um pequeno homenzinho lindo, e mais lindo ainda era o nome dele, Leonardo, o mesmo nome que sempre quis para meu filho. Pouco tempo depois, estava eu grávida esperando meu Leonardo.

Esta amizade dura um quarto de século. Ninguém nos entende. Quantas vezes ficamos sem nos falar e quantas vezes vivemos dependentes uma da outra. E de bem ou de mal, sempre estivemos presentes na vida uma da outra, não na alegria, mas nas mais profundas tristezas que um indivíduo pode viver, aquela tristeza que nos mata e nos leva ao mais fundo que um poço possa existir.

Não precisamos de palavras para conversar. Sabemos o que estamos pensando, porque pensamos juntas. Somos Pink e Cérebro. Nossas inteligências nos completam e nossas diferenças somam na relação. Eu sou a parte certinha da história e quero matá-la por sua falta de responsabilidade. Ela é a parte que vive a vida naquele momento e com certeza deseja me matar por meu excesso de comprometimento e por levar tudo tão a sério. E o que são relações, senão algo que um ser completa o outro?

Sei que nossa amizade vai durar para sempre. Estando de bem ou de mal, com infantilidades ou maturidades, estaremos juntas. Espero que mais nos momentos de alegria e menos nos de tristeza.

A alegria de hoje veio quando soube que ela será mãe de novo. Vem uma nova criancinha por aí. Saber que agora estamos tão perto fisicamente, e que poderei viver ao lado dela tudo que não vivi quando o Léo foi gerado. Saber que seus dois filhos, apesar de pais diferentes, são filhos de grandes homens, que seguem a risca o significado de “ser homem, ser pai”.

Estou feliz, emocionada, e aguardando com muito amor e ansiedade a chegada deste nosso bebê que está chegando!

Parabéns, Fê e Fá! 


2 comentários:

  1. Creio que o maior bem que Deus dá a uma mulher, é o dom da maternidade!
    Essa é uma experiência para ser dividida com o mundo, e se o pai for um homem de verdade, com certeza dará à sua mulher, tudo que ela precisa, merece, quer, pois ela dará a ele um filho, o presente sem preço mais caro do mundo!!!!!!!!!!!!!!! Bjs

    ResponderExcluir
  2. A vida é estranha ..............como junta e separa as pessoas.
    Mas temos que entender como tudo funciona, mas que é difícil é.
    Sempre pensei em quando uma mulher está "fazendo uma pessoa", até tem uma musica que diz uma frase parecida.
    É um milagre, eu acho, fazer uma pessoa!
    Que lindo!!!!!!!!!!!!
    Beijos linda!

    ResponderExcluir