sábado, 17 de agosto de 2013

Sobre homossexualismo (EDITADO)

Edição: segundo um leitor, o termo correto é HOMOSSEXUALIDADE.

Não sei precisar quando este assunto entrou em minha vida, tamanha a naturalidade com que sempre fui rodeada dele. 

Meus pais não tinham, até onde sei, amigos homossexuais, não convivia com nenhum homossexual, e talvez eu não saiba disto, porque ninguém normal sai gritando por aí suas orientações sexuais.

Lembro-me de minha mãe dizendo algumas vezes de crianças, tanto da minha idade, como com a idade dos meus irmãos, que tinham tendências homossexuais, sem jamais deixar o termo ser pejorativo.

Não sou ativista, nunca fui a uma passeata GLS, mas lembro-me muito bem da primeira homossexual declarada que apareceu em minha vida.

Éramos já bem próximas, ela me contava muito sobre o namoro, sem nunca dar nome aos bois. Um dia, marcamos com uma turma de amigos meus em um barzinho. Sempre tive o hábito de reunir pessoas que não se conhecem, e fazer uma mesa bem diversificada. Naquele dia, conheceria seu par. Pouco antes da pessoa chegar, esta amiga chamou-me de canto. Disse que precisava me contar um segredo. Suas sofridas palavras vêm até hoje em minha mente: "sabe meu namorado? Então....é namorada!". Seus olhos se encheram de lágrimas e os meus também, pela dor daquela moça. Abracei-a bem forte e disse que com quem ela dormia ou do que ela gostava, não me interessava. O que era importante pra mim era seu caráter e isto, ela já tinha provado que era bom. Ela disse se sentir aliviada e assim entrei no mundo gay!

Não consigo entender o preconceito. Pessoas são corpos com espíritos dentro. Corpos perecem e espíritos evoluem. Qual o porquê de pessoas se preocuparem com o perecível? Qual o direito que alguém tem de julgar o que alguém gosta? Com que direito dizem que homossexualismo é doença? Doente é a mente de muita gente.

Sou contra o preconceito, seja ele qual for, exatamente porque acredito na evolução das pessoas. E quem sofre de preconceito, está evoluindo....para um buraco negro e escuro dentro de si mesmo.

Os anos foram se passando, e mais homossexuais surgiram ao meu redor. Para quem antes achava que todos eram iguais, veio a mudança: os homens homossexuais são altamente divertidos, engraçados, sinceros, dizem na cara o que precisam dizer. Não consigo fazer nenhuma ligação entre a orientação sexual e este tipo de comportamento, mas ele foi se reforçando conforme fui entrando mais neste universo.

Tenho um amigo homossexual que é lindo demais! Fisicamente falando, mas mais ainda interiormente falando. Pessoa de bem, de boa família, resolvida pra caramba, batalhadora. E amiga! Adoro quando conversamos, fico com dor no rosto de tantas gargalhadas. Um dia, perguntei para ele porque todo homem homossexual era lindo e gostoso. E ele foi direto: "a concorrência neste meio é enorme, é preciso estarmos gostosas e saradas!". Ri litros!

Ontem, assisti ao Globo Repórter, que como bem observou uma Facefriend minha, sofreu uma belíssima repaginada e convidou os telespectadores a assistirem novamente o tal programa. E o tema era: NOVAS FAMÍLIAS.

Emocionei-me várias vezes durante o programa, com o casal de homens que adotou duas meninas. Com a mulher que poderia ter câncer caso não engravidasse e teve um casal de gêmeas, com sua esposa amamentando um dos bebês. 

Sinto-me aliviada ao ver o tema sendo tratado com naturalidade, com a liberdade de pessoas hoje com qualquer orientação sexual poderem se casar e com a aceitação das famílias. Abomino o tema "sair do armário", mas muitos homossexuais são, sim, cativos de suas escolhas, por conta da ignorância ou do preconceito daqueles que o cercam.

Se você faz parte do grupo com preconceito, repense com carinho: qual a diferença faz na sua vida o sexo do amor que surge na vida de alguém?

Um bom final de semana!

Um comentário:

  1. Que maravilhoso o seu texto, você me parece uma ótima pessoa, só tem uma coisinha, o termo certo é homossexualidade porque homossexualismo é visto como algo patológico, na verdade qualquer palavra com "Ismo" equivale a doença. Só isso mesmo, muito obrigado pela leitura e doçura das palavras.

    ResponderExcluir