sexta-feira, 18 de março de 2011

Voltas que a vida dá

A vida da gente é só neste instante e agora. O próximo segundo pode não existir. Muitas vezes passamos tempos adiando projetos ou imaginando coisas a longo prazo. Pode até ser legal, mas nada substitui o agora, pois o amanhã pode não chegar.

Eu espero que meu amanhã chegue, vou lutar para isto a partir de agora, quando adentro definitivamente em uma nova fase da minha vida, que começou ontem no consultório da dermatologista.

Devido à minha alergia da pele, estou fazendo acompanhamento médico e tinha retorno. Ao sair da consulta, a médica me achou meio estranha, "alterada", e pediu para que eu voltasse para medir a pressão, que estava excessivamente alta. Naquele momento, ela queria que eu fosse imediatamente para o pronto socorro, mas como estava com as crianças, abortou esta hipótese. Conseguiu com uma colega cardiologista que me atendesse hoje pela manhã, e lá fui eu.

Foi o caminho mais longo da minha vida. Para chegar da Zona Norte até Higienópolis, simplesmente não consegui sozinha. Contaria com a ajuda do GPS, que resolveu pifar no meio do caminho e me levou para a Praça da República. Eu, que tenho pânico de multidões, aglomerações e afins, comecei a passar mal dentro do carro. Imaginava que seria assaltada por um dos dezoito motoqueiros que rodeavam meu carro no cruzamento da Rio Branco com a Duque de Caxias. Cheguei à consulta sã, salva e ilesa. 

Infelizmente já passei por inúmeros médicos na vida. Felizmente alguns deles foram bons. Mas nunca tive o privilégio de ser consultada por uma médica tão boa como a de hoje. Valeu cada dinheiro pago pela consulta, e valerão todos os próximos que sei que terei de gastar, já que ela não atende convênio.

A médica começou pedindo todo o meu histórico, pessoal e familiar. Leu a carta que a dermatologista lhe enviou e preocupou-se. Começou a me examinar. Rins alterados. Pressão elevada. Problema de formação de adiposidades ao redor da língua. Pressão ocular alterada. E eu já chorando. Enfim, coisas da vida. Após todo o exame clínico em noventa minutos de consulta, ela me medicou ali, na hora, com três medicamentos diferentes. Preencheu vários papéis, solicitando vinte e quatro exames diferentes. Amanhã, pela manhã, começo pelos de sangue e urina. Ela pediu que eu informasse a senha da internet assim que realizar os exames, pois ela precisa dos resultados ainda amanhã para alterar a medicação se necessário. E na segunda-feira tenho retorno as dez horas da manhã. Tudo muito rápido que nem consegui pensar ainda direito.

Cheguei em casa e agendei já todos os exames. Passarei a semana que vem fazendo-os. Amanhã, 19 horas, serei internada para a realização de um deles. Domingo volto pra casa. 

O lado bom: tenho recursos materiais para fazer tudo o que precisa ser feito.

Outro lado bom: consegui uma médica a qual estou confiando totalmente.

Lados negativos: nunca imaginei que pressão alta alterasse rim. Nunca associei minha retenção de líquidos e meu inchaço à pressão. Nunca pensei que o fato de eu viver o dia cansada e ter insônia a noite tivesse que ver com a hipertensão. Para mim, eram dias de vagabundagem que não terminavam.

Fui encaminhada também ao oftalmologista com urgência. A médica disse que ainda dá para evitar danos irreversíveis na visão.

Eu tenho muita fome. Logo como. Logo engordo. Este problema de fome é causado por esta adiposidade ao redor da língua. A mesma não me deixa dormir. Como não durmo a noite, tenho sono durante o dia. Fico irritada, estressada e cansada. Meus cabelos caem. Minha cabeça dói. Então vou à psiquiatra para tomar remédios para dormir, que não desconfia de nada. Vou à dermato para resolver a alergia na pele e o cabelo. Vou ao endocrino para emagrecer. Vou ao oftalmo porque não enxergo direito. Todos cuidam das suas especialidades e me medicam. Só não vou a um médico que cuide de inchaço, porque não sei qual é. E de repente, todos os problemas da minha vida estão na minha pressão.

O melhor de tudo é que na semana passada eu iniciaria minhas aulas de pilates, e graças aos meus dois filhos doentes, fui adiando. A médica disse que eu poderia ter enfartado na primeira aula.

Então eu fico por aqui hoje, na minha enorme reflexão sobre a vida e sobre os avisos que ela nos dá. Grata por um dia ter me irritado com minhas coceiras, ter pedido uma dermatologista no Facebook, ter escolhido exatamente a médica que desencadearia todo este cansativo processo que viverei agora. Mas que salvará minha vida.

6 comentários:

  1. Coisa boa poder confiar num médico. Ás vezes eu tenho a impressão que a maioria comprou seus diplomas... Boa sorte por ai, com uma profissional dedicada ao seu lado tudo fica mais fácil! Beijos e bom final de semana!

    ResponderExcluir
  2. Amiga,

    Eu sinto muito que vc esteja passando por tudo isso, pois vc é uma pessoa boa e querida, e não merece isso!
    Mas fico feliz que você esteja se tratando, e sei que tudo vai dar certo!
    Não se deixe abater! Foco em vc e na sua saúde.
    Vamos ficar boa pra botar pra quebrar em cima da gentalha! hahaha
    Beijocas

    ResponderExcluir
  3. Amiga, orei por você, e apesar de ter passado o dia inteiro na rua (às voltas com médicos tb) e o celular não abria os blogs, só li e-mail e twitter, fiquei feliz de vc ter conseguido postar, o que significava que estava "tudo bem".

    Bom que vc consegue ver os pontos positivos, e que a médica transmite a confiança que vc precisa. Estou daqui na torcida para que esse período passe logo e tudo se resolva, como Deus orientar.

    Que Ele te abençoe!!!

    Bjooo

    ResponderExcluir
  4. Oi Ursinha, porque não me ligou para ir com vc na cardiologista? sabe que adoro ficar com vc e que não trabalho poderia ter deixado o Yuri mais cedo na escola.
    Deus é maravilhoso mesmo né?
    Colocou no seu caminho a médica especial que irá te livrar de tudo que te incomodou em toda sua vida.
    Vc é guerreira, ainda neste semestre vc estará curada em nome de Deus e terá uma qualidade de vida muito melhor, porque Ele sempre está perto daquele que confia e entrega sua vida por completo.
    beijocas, se cuida.
    Continuarei orando por vc

    ResponderExcluir
  5. Amiga, tudo acontece exatamente noa hora que tem que acontecer. Quando eu digo que Deus é providencioso, ainda há quem duvide. Pense que este é o início de uma nova vida, pois encontrando-se a origem do problema, resolve-se de uma forma mas precisa e eficaz.. em algns meses, ou até semanas, vc estará postando sobre as maravilhas que estará sentindo e quão feliz vc estará...


    Vai tudo dar certo... to sempre por aqui..

    beijos, amo vc.

    ResponderExcluir
  6. Passei aqui para conhecer seu blog...qd puder passe no meu.
    bjs

    www.tatidesignercake.blogpsot.com

    ResponderExcluir