sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Enfim...quase fevereiro

Enfim, janeiro está terminando. Faltam só duas teen noites do pijama no Solar dos Hummel, um piquenique com os pequenos, um churrasco hoje, um aniversário no buffet amanhã, sessão teen cinema a noite, almoço com os amigos em casa domingo, festa de aniversário no buffet segunda-feira (ninguém leu errado) e, finalmente, acabará janeiro.

Para muita gente foi apenas um mês. Para mim, foi O mês. Até o dia de hoje, acho que foram 934 dias, cada um com 36 horas de 90 minutos, onde cada minuto tinha 120 segundos.

Meu carro já vai sozinho para o shopping e tenho a sensação de que nem o estacionamento mais me será cobrado: sócia honorária. Cinema? Foram cinco diferentes, para nove filmes ao todo, contado vários dinheirinhos para a entrada, mais vários para a pipoca, vezes vários membros da família Hummel, mais o almoço ou jantar na saída, mais o dinheirinho do estacionamento: FALI!

Em janeiro teve almoço na casa dos vizinhos, teve jantar latino no Solar, com a presença da DaniDani e do Ed, do amigo Rastelo que veio lá dos confins do interior de Sampa, dos vizinhos Helô e Marcelo. 

Em janeiro teve tarde de lanche com os pequenos, e nos revezamos para fazer cada vez na casa de um, hora no Solar dos Hummel, ora na Mansão dos Turkowiski, ora na Quinta dos Ubl. 

Em janeiro houve liquidações e saldos de Natal e aproveitamos todos, o que, na somatória, deixou de ser proveitoso. Mas renovamos todo o guarda-roupas esporte do marido Toruboi, compramos algumas coisas que faltavam pro Solar e eu resisti bravamente à promoção da Victor Hugo. Quanta bravura da minha parte.

Em janeiro eu decidi o que faria na vida acadêmica deste ano, mas infelizmente o curso não teve quorum, então tive que tomar outra decisão. Assim, me candidatei a uma pós-graduação que tinha somente trinta vagas e para minha surpresa e felicidade, fui aprovada. Assim, no próximo dia 5, inicio o curso de Psicanálise, que durará dois anos de muito Freud e Lacan.

Em janeiro viajamos com as crianças e nos divertimos muito. Mas sei que me divertirei ainda mais em fevereiro, quando as aulas voltarem.

Em janeiro eu perdi minha empregada, e pude contar com a solidariedade das minhas amigas vizinhas que me ofereceram as suas para que eu não ficasse sozinha, e eu falo que minhas vizinhas são tão maravilhosas, que uma me arrumou uma empregada em definitivo, mas eu acabei "dando" ela para outra vizinha, que me "deu" a dela, por achar que me darei melhor com a dela. Enfim, coisas que só vizinhas entendem.

Em janeiro descobri que existem mais hotéis fazenda e resorts do que eu podia imaginar, em nossa busca incessante por um lugar calmo, agradável e tranquilo para passarmos o carnaval. Então descobrimos que gostamos muito do hotel que nos hospedamos já por várias vezes em Avaré, e fechamos o pacote para o carnaval!

Em janeiro minha alergia tomou conta do meu corpo. Comecei o tratamento com o homeopata e as pipocas estouraram mais ainda. Assim, estou tomando doses muito altas de corticóide, e estou inchada demais. A aliança enterrou no dedo, só as Havaianas entram nos pés e todos os dias tenho calcinhas e sutiãs enterrados no meu inchado corpo, mas as pipocas estão sob controle e o homeopata em "stand-by" até que o verão termine.

Em janeiro vivemos o maior calor da minha história, como o mês de maiores chuvas da minha história, e de muitas tristezas por conta da devastação da serra fluminense. E por conta do calor, deixei de ser ecologicamente correta e aguardo ansiosa pela entrega do meu ar-condicionado, que irá me refrescar caso fevereiro continue assim.

Em janeiro curtimos várias noites na piscina, na sauna, no banho turco. Com vizinhas, com vizinhos, com os filhos, com os filhos dos vizinhos.

Ufa! Canso só de me lembrar. E depois deste janeiro, os outros janeiros nunca mais serão os mesmos. Até porque, no próximo janeiro , estaremos com a família toda nos Estados Unidos, onde levaremos as criancinhas Hummel para visitar os amiguinhos (Pateta e os Três Porquinhos), e depois partiremos para o Norte do país para um delicioso passeio no frio cheio de neve de Illinois, Michigan e mais qualquer lugar que tenha frio.

Que venha fevereiro, volta às aulas, viagem do marido, festas de aniversários, jantares com os amigos, muita piscina, muita risada, para que possamos entrar em março com o mesmo entusiasmo deste fevereiro.

Vem fevereiro, vem!

4 comentários:

  1. Eu nunca vi ninguem com vida social/familiar mais agitada que a sua! Cansei so de ler...
    Beijos,
    N.

    ResponderExcluir
  2. Ai Ni...to cansada tb amiga...mas se não arrumo o que fazer fico louca!!! Beijokas

    ResponderExcluir
  3. Vou fazer um post assim... mas vc vai ver o tanto de diferença entre nossos janeiros!!!

    ResponderExcluir
  4. Bel, pode ir fazendo pq fiquei MUITO curiosa!!,

    ResponderExcluir