quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Daí que...

Acho muito feio quando se inicia uma oração com "daí que...". Feio, porém, só gramaticalmente falando. Pois se a gramática "fala", porque é que eu não posso fazer com que meus textos também conversem com a gramática? Então, depois de muita resistência, vou adotar a forma "daí que..." como forma de escrita, sem direito a retaliação por parte de alguns dos meus leitores comuns, como o professor Pasquale, o professor Ernani Terra, o Professor Sérgio Nogueira... e outros que "pregam" o uso correto da língua correta.

Daí que vou mergulhar na "Língua de Eulália" e chamar o Marcos Bagno pra me defender caso alguém me critique, combinado?

Nenhum comentário:

Postar um comentário