quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Sobre IBOPE, censo, resgate, dor "y otras cositas mas"

Assim como o IBOPE, para mim o Censo era algo inexistente. Conheço um infinito número de pessoas e nunca conheci o tal aparelhinho do IBOPE. Até que um dia, estava fazendo um processo seletivo para uma multinacional e acabei ficando muito amiga da candidata preferida da empresa. Ela trabalhava onde? No IBOPE. Quando fui almoçar com ela para fazer a oferta final de salário e benefícios, marquei de encontrá-la no prédio do IBOPE, lá na Alameda Santos, e só então pude ver que sim, ao menos lá na sede da empresa, os aparelhos que fazem a medição de audiência existem. Mas faltava o censo...

Até que cerca de um mês atrás, recebemos a coordenadora do IBGE, trazendo cartazes com fotografia da nossa recenseadora, que deveriam ser distribuídos pelo condomínio para que as pessoas confiassem em receber a Andressa. Este era o nome da profissional que faria a contagem por aqui. Dias se passaram e nada da minha campainha ser tocada. Encontrei por acaso com a menina no elevador. E perguntei diretamente o porquê de ela ainda não ter tocado a minha campainha. Assim, meio que forçando a barra, fui entrevistada pela mulher do censo. A coisa foi tão rápida e tão bobinha, que confesso, me frustrou. Pensei que a mulher perguntaria quantas vezes fazemos sexo na semana, quantas bolsas possuo no meu closet ou quantos sapatos existem na sapateira, mas nada. A pergunta mais confusa foi sobre a renda familiar. Antes da pergunta, Andressa foi totalmente cautelosa e afirmou que todas as informações prestadas são secretas. Assim morreu mais uma curiosidade minha.

Porém só curiosidade morreu, eu fiquei no quase. Quase morri de dor na coluna ontem. Há tempos que estou com mau jeito. Já tentei travesseiros de todas as espécies e a dor insiste e persiste. Semana passada a infeliz foi intensificando, mas foi na madrugada de 3a. para 4a. feira que acordei T-R-A-V-A-D-A. A coisa só piorou quando fui levar o Peteleco ontem na escola, tendo que manobrar o carro várias vezes e virar o pescoço. Comecei a chorar ali mesmo, na porta da escola. Uivando de dor, cheguei até a farmácia mais próxima e pedi pela farmacêutica. "Você poderia me dar uma injeção de milagre para acabar com a minha dor?". Diante do meu desespero, a farmacêutica Cida foi totalmente solícita. Avaliou meu "estado de tensão" e diagnosticou: "Você não morrerá deste mal. Vou colocar um emplastro de Salompas (santo Salompas) e você tomará Tandrilax de 6 em 6 horas. Amanhã estará novinha!". Santa Cida. Hoje estou novinha!

O trio "Cida-Salompas-Tandrilax" me fez tão bem, que nem senti dor por ter passado o dia inteiro de ontem assistindo aos resgates dos mineiros do Chile. Não vou me estender no assunto. Há notas e notas, matérias e matérias espalhadas por toda a rede, para todos os gostos. Só preciso registrar pela centésima vez aqui o quanto admiro o povo chileno, sua garra, seu esforço, sua união e seu orgulho por aquela pátria, a qual carinhosamente também chamo de minha!

2 comentários:

  1. Vamos por partes...rs
    Menina, eu ainda nao fui recenciada (é assim q escreve? rs)!
    Ng do IBGE passou em casa. Ou seja, o prazo esta acabando e eu acho q eu não entro nas contas desse censo...rsrs...adoro ne?
    Tb quero responder, mas minha mae relatou a msm coisa q vc, 3 perguntinhas sem graça q nem tesão deu (claro q ela nao falou isso...kkk).
    Sobre a dor nas costas, q bom q passou. A minha persiste e eu não posso tomra Tandrilax, mas Salompas eu posso sabia? Seria uma solução? rs
    Sobre o resgate dos mineiros do Chile, menina, qta emoção. Assisti tudo q deu sobre, e ontem assistimos ao vivo o resgate do ultimo! Eles sairam de la como se estivessem saindo de um elevador preso por 2 horas...nossa! Fiquei passada de como eles estão bem! GAD!
    É isso ai, a tecnologia mais uma vez mostrando a q veio! rs
    Imagine isso ha 50 anos atras? Todos estariam mortos na 1ª semana ja né?

    Bjoooos

    ResponderExcluir
  2. Caraio, gorducha! A idade chegou de vez. Que merda. Como tá a situação agora? Não tinha lido isso antes.... foda

    ResponderExcluir