quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Tarô, cartomante e afins

Sou uma pessoa bastante cética. Preciso de coisas concretas para acreditar nelas. Ao mesmo tempo, sou também muito influenciável. Acredito facilmente nas pessoas e a credibilidade que dou à elas não faz bem para mim.

Tudo começou dezoito anos atrás. Lembro-me como se fosse ontem, minha mãe estava lavando roupas em um domingo, quando parei na porta da cozinha e falei para ela: "quero ir morar nos EUA, você deixa?". Ela disse que sim, que não tinha condições de me ajudar financeiramente, mas me ajudaria no que pudesse. Decidi contar para meu namorado que eu iria embora. Não sabia como, nem quando, apenas que iria. Fomos para o parque do Ibirapuera.

Ao andarmos pelo parque, uma cigana pediu para ler minha mão. Relutei, mas ela disse que não me cobraria nada. Colocou-me sob a tenda e começou: "você se casará com este moço, mas ele não é seu destino. Você vai voar bem longe daqui". Poucos dias depois daquele encontro, marcamos a data do casamento. E aquele moço realmente não era meu destino.

Estava grávida da Bibizoca e minhas amigas resolveram ir ao "Mago" ler as mãos. Pediram para que eu agendasse o horário para elas e assim o fiz. Três horários, eu e minhas amigas. Quando chegamos, o "Mago" tinha tido um problema e só poderia atender a uma pessoa naquele sábado. Abri mão da minha vez, já que não acreditava em nada. Elas decidiram quem iria primeiro. Eis que o "Mago" entra na sala de espera, olha as três e aponta para mim: "você, pode vir". Expliquei que voltaria outro dia, mas ele esticou minha mão esquerda ali mesmo e começou: "porque ainda usa esta aliança, se a pessoa não está mais ao seu lado? Tire-a. Trará sorte. Você terá muitas paixões. Daqui três anos, você encontrará o homem da sua vida, e daqui quatro anos você vai embora daqui. Sua criança é uma menina. Será muito amada por todos ao redor dela e será o anjo da sua vida, enviada por Deus para te guiar".

Na ocasião, não sabia ainda o sexo do bebê. E foi menina. Ok, ele poderia ter chutado e arriscou em 50% suas chances. Desde aquele dia, tive muitas paixões, e sempre encontrava "o homem da minha vida", o que acabou virando gozação entre amigos. Completados três anos do dia em que estive no "Mago", conheci o Toruboi. E um ano depois, mudamos do Brasil.

Ontem, uma amiga falou que tem uma prima que é "adivinha", e me veio tudo a cabeça. Nem lembrava mais dos dois episódios anteriores, mas acho que, neste momento, minha vida está precisando de um bom mago para me ajudar no destino a tomar. Pena que nunca mais saberei chegar até onde "aquele" "Mago" atendia. 

E você, acredita nessas coisas? Acredita em destino? 

Algumas coisas são muito mais ligadas à física quântica, são questões cósmicas, que nada tem a ver com religião. Infelizmente, pessoas se apegam a um único credo e não abrem suas mentes para tantas coisas que a vida nos proporciona. Só que ninguém brota das cinzas, e ninguém sofre por sofrer. Acredito na lei da causa e efeito, e que tudo de bom que eu fizer, eu terei de bom na minha vida, independente de religião. Fazer o bem, sem olhar a quem, sem medir esforços, é minha obrigação na Terra, enquanto esta me oferecer tantas coisas.

Plantemos sempre o bem, sem pensar na colheita, pois esta acaba acontecendo sem que sequer percebamos. E sejamos felizes, sempre.

5 comentários:

  1. Se me falar coisa boa, eu acredito.
    Se me falar coisa ruim, acho que eh charlatao!
    hahaha
    simples assim!
    Adoro ser iludida.

    ResponderExcluir
  2. eu acredito muito, mas so na minha cartomante, que é incrivel. ha 3 anos que ela acerta absolutamente TUDO o que se passa na minh avida. TODAS as previsoes dela se realizaram, TODAS! impossivel nao acreditar nela depois de fazer a primeira consulta. ela é de uberlandia, mas faz consultas por tel.eu mesma ja fiz uma aqui da frança e de novo a maldita tava certa. se vc quiser, te passo o numero. ela cobra 60 reais.

    bjim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá voce poderia me passar o numero dela por favor watz é 11984751566

      Excluir
    2. Oi. Vc pode me passar o nome dela?

      Excluir
  3. Oi. Vc pode me passar o nome dela?

    ResponderExcluir