quarta-feira, 15 de setembro de 2010

A evolução do telefone


Quando eu era criança, apenas pessoas com boas condições de vida é que tinham linha telefônica em suas casas. As companhias telefônicas eram estatais e não conseguiam atender a demanda.

Chegou o celular. Primeiro foi (para SP) a Telesp Celular (hoje Vivo), operando na banda A. Depois chegou a BCP (hoje Claro) operando a banda B. Bem depois chegaram TIM e finalmente a OI, que veio fazendo barulho e levou muitos clientes das concorrentes.

Minha avó, que sempre morou no centro da cidade, possuia uma linha de telefone comprada pela minha tia em um plano de expansão. As concessionárias abriam, de tempos em tempos, inscrições para o plano de expansão e quando ocorressem as expansões das linhas, os inscritos eram chamados para adquirir uma, a um preço muito menor que o praticado no "mercado negro".

O número dela era 665591. O prefixo 66 (e também o 65) eram prefixo do centro de Sampa. O telefone da minha tia, que morava no Jaguaré (e hoje mora no céu), era 869 alguma coisa. Outra tia, que mora hoje em Portugal, tinha o 579, da região de Moema. Estes eram os números que eu precisava guardar, além, claro, do telefone do Bozo, para quem eu tentava ligar sempre que estava na casa de um desses familiares: 2360873.

Sempre tive por hábito olhar um número de telefone e já localizar a região daquela residência ou comércio. Com a portabilidade, já não posso mais fazer isso. Também não posso mais "adivinhar" se o celular é Telesp Celular ou BCP, e se a linha é pré ou pós. Sim, lá no início, isso era possível. Os telefones iniciados por 91, 92, 93, 94 e 95 eram Banda B, BCP. O restante, Banda A. 91 e 92 eram pós pagos e o restante pré. Com a Telesp Celular, os iniciados por 98 e 99 ficavam para os pós pagos e o restante para as linhas "de cartão".

Com o advento da OI, houve ainda outra restruturação para os números: todos os lugares que tinham seus telefones iniciados por 6, mudaram-se para 2. Pois tudo que era 6, era OI. Até isso a portabilidade mandou embora.

E agora, como vou saber para onde estou ligando?

2 comentários:

  1. Oiê... primeira vez aqui, e vou aproveitar pra te dar uma dica, que vi não sei aonde, mas só vi depois de perder 19 reais de crédito numa chamada só, achando que estava gastando só os 0,25 da tim.

    Cada operadora tem um sinal sonoro no início da ligação, que indica se está ligando para outro celular "irmão" (da mesma op.). Eu tenho um tim e um claro, e depois dessa dica da "musiquinha" tenho escapado de furadas promovidas pela portabilidade. É só vc ligar pra um que vc tem certeza, e prestar atenção na musiquinha. Depois, liga pra outro e compara... Espero ter ajudado. ;)

    ResponderExcluir
  2. Caraca! Baita viagem ao passado. Até eu lembrei esse telefone da vó. Fico imaginando o que seria de nós hoje sem a agenda do celular...
    E essa dica da Bel foi demais. Especialista em musiquinha de operadora... heheh

    bjo

    ResponderExcluir