quarta-feira, 16 de junho de 2010

Superfantástico no balão magico

Para quem não aguenta mais ler posts sobre vizinhos, pule este.

Para quem pouco se importa, vá até o fim.

Para quem tem piedade de mim, façam campanha ao meu favor.

E para aqueles que acham que "vizinhos" é meu único assunto, peçam para meus vizinhos pararem de dar assunto.

O que preciso dizer é que não aguento mais barulho. Lógico que a cabeça de alguém dói. Moro há seis meses em um lugar de obras intermináveis. Já tenho vizinhos de andar (o andar está completo), em cima (andar também completo), para baixo não tem como, para frente tampouco. Mesmo assim, sem ter ninguém à frente ou abaixo, sou perseguida pelo barulho dia e noite.

Agora tenho um vizinho lobo. Um cachorro que uiva na porta da casa do vizinho, e o som ardido e irritante entra direto na minha porta. Semana passada fiquei assustada, o cachorrinho bebê latiu por horas seguidas. Enviei um email para meu vizinho preocupada, achei que o pet estava preso em alguma coisa, pois era desesperador o latido. Recebi a resposta alguns dias depois: ele está se acostumando com a casa nova. O filho do vizinho disse que o cachorro uiva mesmo quando não tem ninguém em casa, não tem nada que ver com acostumar-se com o novo barulho. Prefiro acreditar no pai e rezar para que o cachorro se acostume rápido, até porque, segundo o filho, "a gente não ouve mesmo quando sai".

Fico me perguntando que mal eu fiz. Hoje contei os segundos para dar seis horas da tarde e acabar o barulho de marreta, de Makita, de martelo... e desde então, tenho um lobo uivando na minha porta.

Ah, já ia esquecendo. Como já disse, tenho dificuldade em nomear meus textos. E como preciso pensar em coisas boas, pois o uivo do cãozinho abandonado está me enlouquecendo, pensei em uma música de infância e dei nome ao post. Ok, concordo. Sou louca. Mas existe alguém normal? Auuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu

3 comentários:

  1. Putz, ninguém merece tanto barulho!! imagino o inferno que está aí. O pior é que daqui uns meses vou passar por isso tb... Força, amiga!

    ResponderExcluir
  2. Ká, reza por mim agora e daqui alguns meses eu rezo pra vc... ou então vamos morar td mundo na casa dos seus pais até tds as obras acabarem, que tal?

    ResponderExcluir
  3. I always inspired by you, your opinion and way of thinking, again, thanks for this nice post.

    - Thomas

    ResponderExcluir