sábado, 12 de junho de 2010

Festa infantil


Marido e eu (mais eu que o marido, já que ele já era contra) decidimos que não faremos uma grande festa para as crianças. Quer dizer, não foi que conversamos e batemos o martelo, mas como sei que ele concorda comigo, não vai se importar de eu escrever aqui que ele também decidiu. E como sou geminiana, posso mudar minha decisão até novembro, mas estou escrevendo HOJE e a decisão é de agora. Bibizoca fará 11 anos, já passou da fase de festinhas em buffet. Peteleco está no auge delas, e eu gostaria de, pela primeira vez, fazer uma festa só para ele. Só que cansei. Cansei de festas infantis, de comer salgadinhos, tomar suco, refrigerante, bolos, voltar pra casa cheia de doces e lembrancinhas. Não sei quantos finais de semana que estamos tendo festa, festa, festa. Hoje tivemos uma, amanhã teremos outra. Já perdeu até a graça nas crianças. Pretendo fazer um bolo em casa, com mesa enfentada, algumas guloseimas para comer, algo que dure lá suas duas ou três horas, como antigamente. Bexigas para animar a criançada. Pedaço de bolo no pratinho de plástico para que as mães comam no dia seguinte, quando a pança esvaziar. Ao invés de gastar cinco mil dinheiros em um buffet para fazer festinha, pode ser que façamos uma viagem com as crianças. Ou pode ser que nem tenhamos este dinheiro, nem para a festa, nem para a viagem, ou ainda, pode ser que decidamos guardar cinco mil dinheiros no porquinho, para alguma coisa no futuro. Tudo pode ser. A única coisa que eu gostaria que não fosse, é a minha mudança de idéia quanto a festa. Porque além da de amanhã, ainda temos no outro final de semana, e no outro, e no outro. Quando finalmente viajaremos para as nossas tão sonhadas férias. E apesar de já termos encontro marcado em outro país com conhecidos de outrora, lá não se tem "la costumbre" de fazer festinhas assim. Ufa. Que venham as férias!

4 comentários:

  1. esse povo que rrclama de barriga cheia é foda viu!!! Você doida pra viajar e eu doida para comer docinhos, bolos, estrourar baloes. Acho um saco nao ter isso no exterior, sinto muita falta! Se vc quise,r pode organizar uma festinha antecipada p mim em julho que eu nem ligo viu?

    Mas sou super a favor de economizar a grana para viajar com os moleques. Viajar eh sempre uma boa pedida. Alias, vcs vao pra onde mesmo?

    ResponderExcluir
  2. Mi, fica tranquila, qd vc chegar aqui, eu faço bolo, brigadeiro, coxinha e lembrancinha... e qd nós chegarmos em Lyon, vc nos leva para a Grécia, Italia e adjacências...kkkkk

    Vamos para o CHile!!!!

    ResponderExcluir
  3. Pandinha...
    estamos em muita sintonia, kkkk
    Ainda esses dias, pouco antes da cirurgia, nos reunimos para comemorar o aniver de uma prima; então decidimos fazer barquinhas de maionese e pate de atum... E começamos a lembrar das epocas em q faziamos festas em casa, qdo eu e essas primas eramos crianças, as tias se reuniam diiias antes para preparar tudo. Os docinhos, a carne-louca, a maionese, o bolo, o baleiro, enrolar as balas de coco, os sacos surpresas... Enquanto preparavam tudo, batiam papo, davam risadas; as crianças, se divertiam um tempão antes da festa, até roubavamos docinhos... E no domingo seguinte, tinha macarrão com molho de carne louca...kkkkk
    Eu sou super a favor de vc fazer a festa em casa...
    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. DaniDani, festa em casa, a moda antiga, é tuuuuddooooo de bom! Barquinha de maionese? Amo de paixão... uma vez chamei meus sogros em casa e fiz, mas eles torceram o nariz para minha humilde e deliciosa comidinha!!!!

    ResponderExcluir