domingo, 23 de maio de 2010

O certo e o errado da nossa língua


O que é certo e o que é errado ao falar e escrever uma língua? Eu, particularmente, sempre fui muito preconceituosa ao ouvir e, principalmente, ao ler coisas erradas. Até que um dia tive o prazer de viajar na leitura do linguísta Marcos Bagno - "A Língua de Eulália". Minha visão mudou desde então, pois descobri a importância de respeitarmos cada tipo de comunicação, respeitar as condições textuais para cada produção. Vale lembrar que texto não é apenas algo escrito, que texto é imagem, texto é fala, texto é comunicação. O livro de Bagno leva o leitor a uma viagem a qual muitos de nós já vivemos em algum momento de nossas vidas. Fica minha dica de leitura cultural.

Um comentário:

  1. Oi Úrsula! Meu nome é Tarsila adorei seu blog! (Já estou seguindo!).
    A língua de Eulália é, de fato, um livro muito bacana, que abre horizontes sobre as variantes da língua. :)
    É uma ótima recomendação.
    Beijinhos

    ResponderExcluir