sexta-feira, 21 de maio de 2010

Homens são de Marte, Mulheres são de Vênus


Quem não leu ainda o livro que leva o mesmo nome deste post, precisa correr. A obra é um divisor de águas para que a relação homem/mulher nunca mais seja a mesma. Somos diferentes, sim, graças ao Criador. São tão diferentes quanto o líquido e o gasoso.


Achei o máximo os comentários que recebi no post de ontem, que só corroboraram minha idéia sobre as diferenças.
Já falei aqui da minha melhor amiga, irmã, marida, companheira de vida, comadre e tudo mais que uma relação entre duas pessoas pode receber de nome. Outro dia, conversávamos sobre nossos maridos e as reclamações são tão idênticas, que disse para ela que tínhamos de nos tornar lésbicas e assumir nosso amor. A colocação dela foi a melhor: "melhor continuarmos solteiras, senão a relação fede". Assim, surgiu outro elemento que mostra o desentendimento entre os sexos: o casamento.
Sou completamente a favor do casamento. Casar é MARAVILHOSO, é muito bom acordar e dormir juntinho, é muito bom ter alguém para compartilhar a vida, mesmo que este alguém não compartilhe conosco todos os comprimissos e as obrigações que temos. Casar é bom, sim. O único problema é que, no caso de nós, meninas heteros, casamos com homens, e homens gostam de futebol, homens não sabem ler os balõezinhos que temos (ei, que tal a invenção de um chip para que eles possam ler nossos balõezinhos?), homens são superficiais, por mais românticos que sejam. Nós, formadoras do universo da complexidade, vivemos os mais profundos sofrimentos por conta de coisas que julgamos ser descaso total. E não são?

2 comentários:

  1. esse blog feminista tá foda. preferia quando vc reclamava da cyrela....

    ResponderExcluir
  2. Viva a Cyrela, ela vai ficar feliz ao ler este post...kkkk

    ResponderExcluir