quinta-feira, 22 de abril de 2010

O tempo não passa


Vivemos reclamando que não temos tempo para nada, que o tempo voa, que tudo passa rápido demais. Só que de vez em quando, o relógio resolve dar uma trégua. A moça da foto não sou eu, mas bem que poderia. Estou parecendo uma tonta, não paro de olhar o relógio, o calendário, contar os dias, contar as horas. É fogo quando a ansiedade do tempo bate a minha porta. Fico só pensando: amanhã é sexta, vou levar as crianças para a escola, resolver uns problemas de rua, buscá-los, vamos assistir a estréia de Alice, voltaremos para casa, tem excepcionalmente inglês no final do dia, voltamos, jantamos e dormimos. Sábado vamos provavelmente ao Playcenter e o dia acabou. Domingo ainda não decidi o que faremos. Preciso pensar. Rápido, para me programar e escolher as companhias (já que ninguém me convida para fazer nada, lá vou eu agitar). Segunda voltamos a nossa rotina: trabalho, escola. Terça a mesma coisa. E na quarta, quando eu voltar do trabalho, marido vai estar em casa. IUPPIIII. Claro que depois de uma semana, voltarei a contar os dias para que ele volte para a China, e rezando para que ele fique um mês. Coisas de meninas, todas são assim. Falei pro marido que estou com saudade de dormir juntinho, de abraçar, de conversar. E ele correspondeu: não vejo a hora de chegar e fazer amorzinho. Homens... só pensam nisso!

2 comentários:

  1. Ainda bem que ele pensa nisso com vc! Dê ao homem o que o homem quer, oras... hehehe
    bjo

    ResponderExcluir
  2. Eu douuuuuu.... claroooooo, até parece que esqueceu QUEM é sua irmã: ex-garota de programa do Café Photo!

    ResponderExcluir