quinta-feira, 1 de abril de 2010

Eleições


Dando continuidade ao meu dia de não levar nada a sério, ligo a televisão para assistir a qualquer coisa. No intervalo de uma zapeada e outra, vejo uma chamada para mesários de eleições. Fala sério! O cara disse que está com a sensação de dever cumprido, pois doou um dia para seu país. E o imposto todo que é sugado obrigatoriamente da renda da minha família, não conta como doação para o meu amado, idolatrado, salve, salve, Brasil? Vou doar mais um dia da minha vida para apoiar a malandragem e a sem-vergonhice na qual se vive aqui em terras canarinhas? Tô fora!

3 comentários:

  1. é uma boa oportunidade pra levar um isopor cheio de coxinha e vender na escola no dia da votação...

    ResponderExcluir
  2. Putz, sabe que isto me remeteu a infância... cabo eleitoral do Conte Lopes, sob o comando do Ivo Holanda, pra ganhar uma caixa de bombons Garoto ao fim do dia! Ah, tinha lanche na hora do almoço: pão com presunto... ser pobre é ser eternamente feliz!

    ResponderExcluir
  3. Putz, sabe que isto me remeteu a infância... cabo eleitoral do Conte Lopes, sob o comando do Ivo Holanda, pra ganhar uma caixa de bombons Garoto ao fim do dia! Ah, tinha lanche na hora do almoço: pão com presunto... ser pobre é ser eternamente feliz!

    ResponderExcluir