sábado, 27 de março de 2010

Quer ser meu amigo?


Não são muitos os blogs de pessoas "anônimas" que acompanho. Os poucos, porém, são porque gosto, porque me identifico com o que as pessoas escrevem ou simplesmente admiro o que está escrito e a forma com a qual se escreveu. Dia desses, li um desabafo de uma pessoa que não conheço, mas conheço um pouco por blog. Falando sobre amizades que se vão. Amizade é algo fundamental e imprescindível na vida do ser humano. Não sei se no reino animal também existe amizade, mas para nós, é parte integrante das nossas vidas. Como o ser humano é falho, a amizade é falha, assim como o casamento. Só o amor de uma mãe por um filho é infinitamente verdadeiro e para sempre. E até disto eu duvido. O resto é temporário.

Uma amizade surge do nada. As pessoas se conhecem e começam a ficar amigas. Não existe um pedido para ser amigo. Assim como não se desmancha uma amizade com uma frase: "a partir de hoje, não sou mais seu amigo".

Em 35 anos tive muitos amigos e amigas. Que se foram, assim como se foram escolas que estudei, lugares em que morei. Foram e não voltaram, pois amizade não volta. Quando é para ficar, é eterna.

Por conta dos tombos que já tomei com amigos, hoje sou uma pessoa muito desconfiada, que mantém a guarda muito fechada. Acho que é coisa da idade, vamos aprendendo o quanto o indivíduo é falível e individualista, e vamos aprendendo a ponderar, a pesar um pouco mais antes de chamar alguém de amigo.

Tive amigas que me acompanharam por todo o ginásio. Abandonaram-me no colegial, pois ficaram amigas de gente que tinha casa na praia. Eu só tinha uma amizade para oferecer e nada mais. No colegial, fiz novas amigas e uma delas foi madrinha da minha filha, que me abandonou por egoísmo e individualismo. Depois fiz outra grande amiga, no trabalho. Éramos unha e carne, vivemos muitas coisas juntas, somos comadres, mas um dia ela me traiu. Fez fofoca de mim para meu marido, achando que ele não sabia de uma situação boba que eu estava vivendo. Se deu mal. Poderia ter contado ao marido dela o número de vezes em que ela o traiu. O que eu ganharia com isto? Acho que meu silêncio doeu mais. Terminei a amizade formalmente por email. Outra amiga de infância ficou grávida. Dei total apoio para ela ao ir morar junto com o namorado, ao traí-lo com um homem casado, ofereci minha casa para encontros secretos. E o novo namorado, o tal homem casado, traiu minha confiança dentro da minha própria casa envolvendo o que existia de mais sagrado para mim: minha filha, que tinha apenas um mês de vida.

Sempre preferi amizades com homens. Tive inúmeras. Os homens foram meus melhores amigos e minhas amizades masculinas terminaram quando me casei. Amizade entre um homem e uma mulher sempre tem passagem por um motel, sempre. Preferi abdicar dos amigos para viver um casamento feliz. Sábia decisão, que jamais me arrependi de ter tomado. Os amigos que viraram colegas virtuais fazem parte da minha história. E com eles nunca houve traição.

Sei que faz parte da vida e ainda, infelizmente, verei meus filhos sendo traídos. Por amigos, por namorados ou namoradas, por familiares. Faz parte da vida, aconteceu comigo, aconteceu com você, que está lendo este texto, aconteceu e acontecerá com qualquer indivíduo. Faz parte.

Só não vale, porém, perder a crença no ser humano. Há que ser mais ressabiado, entrar menos de corpo e alma nas relações, conhecer o terreno onde se pisa aos poucos. Dessa maneira, as coisas tendem a dar menos errado. Mesmo assim, faz parte.

7 comentários:

  1. Respondendo a sua pergunta do titulo: eu quero ser sua amiga! Aceita??? rs

    ResponderExcluir
  2. CLLLLAAAARRRRROOOO que aceito! Pessoas agradáveis e inteligentes são sempre bem vindas na minha vida! Beijo no core, AMIGA!

    ResponderExcluir
  3. ps: depois traduza histórias e personagens para mim, por gentileza... hehehe

    ResponderExcluir
  4. Tava indo bem... mas amizade entre sexos diferentes não precisa acabar em sexo de fato. É só saber o que quer...

    ResponderExcluir
  5. Curiooooosssoooooooo....

    Ei, amizade entre sexos termina em sexo, não vem dizer o contrário, pilantra!

    ResponderExcluir
  6. Ursinha, apesar de a gente se ver menos do que gostariamos, vc é minha amiguinha querida e que eu sinto muitaaaaa falta.
    bjs

    ResponderExcluir
  7. Jacqueridíssima, vc é minha amiga do coração... vc é a paz para minha correria e estou sentindo MUITO sua falta... nunca se esqueça que o Yuri e o Bielzinho são os únicos amiguinhos que não brigam com o Leleco, temos sempre prazer em ter vcs conosco!!!! Love ú

    ResponderExcluir