sábado, 13 de fevereiro de 2010

Lembranças da adolescência


HINO DO MERCADOLOGIA

Letra: (acho) Dilson, hoje conhecido no meio artístico como SALL, o pagodeiro!


Mercadologia atravessou o mar
E ancorou na passarela
Fez um desembarque fascinante
No maior show da terra

Será, que eu serei o dono desta festa?
No meio, no meio de uma escola tão modesta!
Eu vim descendo a escada
E no terceiro ano eu consegui chegar
Sou MERCADOLOGIA, é aqui mesmo que eu quero ficar

Levei autorização para o Zé Roberto assinar
Mas o tio Camilo eu esqueci de avisar (eu levei)
Levei autorização para o Zé Roberto assinar
Mas o tio Gilberto eu esqueci de avisar

Acredito, acredito ser o mais valente
Neste curso que eu pretendo detonar (e detonar)
É hoje, o dia,
MERCADOLOGIA
E a Maíra nem pode pensar em brigar

Saudades de muitos e muitos anos atrás. Quase vinte anos que ingressei no terceiro ano do ensino médio técnico, no curso de Mercadologia. Delícia, tínhamos uma turma MARA, gente boníssima, gente legal, gente de bem. Tivemos um trabalho de graduação importantíssimo para nossas vidas, para nossas formações profissionais futuras, para seguir cada um o seu caminho. Daquela época, ainda tenho o privilégio de encontrar muita gente, em ocasiões diferentes, que seguiram rumos diferentes, mas que jamais esqueceram os anos de 91/92 noturno naquela tão amada escola! E como é carnaval, vai a letra original da música. Divirtam-se!

É Hoje
Caetano Veloso
Composição: Didi e Maestrinho
A minha alegria atravessou o mar
E ancorou na passarela
Fez um desembarque fascinante
No maior show da terra
Será que eu serei o dono dessa festa
Um rei
No meio de uma gente tão modesta
Eu vim descendo a serra
Cheio de euforia para desfilar
O mundo inteiro espera
Hoje é dia do riso chorar
Levei o meu samba pra mãe de santo rezar
BIS Contra o mal olhado eu carrego meu patuá
Eu levei !
Acredito
Acredito ser o mais valente, nessa luta do rochedo com o mar
E com o ar!É hoje o dia da alegria
E a tristeza, nem pode pensar em chegar
Diga espelho meu!
Diga espelho meu
Se há na avenida alguém mais feliz que eu
Diga espelho meu
Se há na avenida alguém mais feliz que eu

Nenhum comentário:

Postar um comentário