sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Dia do Circo




Hoje, uma amiga minha, que conheci no mundo dos blogs, fez um desabafo sobre pessoas que lêem o que escrevemos e depois ficam criticando. Desde quando alguém é obrigado a ler um blog? Em nenhum lugar. Nem livro de escola que é leitura obrigatória ninguém lê, quem dirá um blog? Portanto, antes que algum dia alguém me diga que só sei reclamar do prédio em que moro, antecipo-me fazendo um pedido: quando encontrarem nos marcadores os nomes Cyrela, Tecnum ou Mondex Flex, pulem a página. Ponto final.

Agora a reclamação: quinta-feira da semana passada, véspera do carnaval, tivemos uma reunião entre o conselho do condomínio (do qual faço parte), representantes da Cyrela, Mondex Flex, Thyssen Elevadores, Tecnum e GR Segurança. Lá, definimos várias coisas, dentre elas as datas de entrega dos espaços de lazer e áreas comuns do condomínio.

Então hoje acorda a Úrsula, levanta preocupada em despachar o que precisa ser despachado para encontrarem-se às oito da manhã na portaria com as demais pessoas que fariam o recebimento das áreas. Chega a Margarete, correndo, após deixar a bebê com a empregada; chega o Paulo, correndo para não se atrasar. Mas claro que os engenheiros se atrasaram. Chegaram sem nossa cópia do laudo expedido por um engenheiro, ou seja, não tínhamos como comprovar se as coisas foram ou não feitas. E quando finalmente conseguimos a cópia... iniciamos a vistoria, já sabendo que as piscinas não estavam prontas, tampouco o espaço fitness. E na verdade, não tinha NADA PRONTO.

Os caras fazem um serviço tão porco, que tentaram passar uma tinta por cima de áreas que foram infiltradas na chuva (já que os ralos não dão conta da vazão da água) e nos entregar. É aquela história do malandro, “vamos tentar, se não passar, fazemos direito”. Um dos engenheiros ainda teve a pachorra de falar que as coisas estavam mal feitas, pois estavam com pressão de tempo.

Minha gente, estamos falando de um condomínio que deveria ter sido entregue dia um de junho de 2009. Ou seja, NOVE MESES ATRÁS. Eu, se fosse dona da Tecnum, teria vergonha de tentar ludibriar os clientes, com um serviço porco e indecente. E se fosse da Cyrela, teria vergonha em aceitar que a Tecnum, terceirizada por ela, fizesse isso com SEUS clientes. Como não sou nem a Tecnum e nem a Cyrela, tenho vergonha em morar onde moro e chamar alguém para vir a minha casa, já que nosso condomínio é motivo de chacota no bairro. Alguém já viu favela de luxo? Fica aqui o endereço: ÁPICE SANTANA.

Tenho a sensação de que estou morando no circo, onde sou um dos palhaços principais. A diferença é que sou um palhaço que paga para que outros riam da minha cara.

Um comentário:

  1. hahaha.....acho q todo lugar tem problemas!
    Fod.....rs....quem acha ruim o q a gente escreve!
    É o q vc disse, quem nao quer leia, PULE...rs

    Bjooos

    ResponderExcluir