domingo, 10 de janeiro de 2010

Nosso novo ano


Começar o ano em casa nova e com tudo novo é realmente inovador. Como é a primeira vez em que estamos vivendo uma situação assim, ainda temos a sensação de estarmos todos em férias, não vivendo as realidades dos nossos corridos dias.

O condomínio em que estamos morando, como todo e qualquer outro, tem gente de todo tipo; tem o pobre que acha que é rico, tem o rico que chora para parecer pobre, tem o rico que não conta pra ninguém sobre sua fortuna (este é rico e inteligente), tem o pobre que faz questão de contar as desgraças da vida.

Fomos a primeira família a se mudar. Desde o dia 7 de dezembro, mudaram-se mais seis. E este mês promete ainda muitas mudanças. Até que os 248 apartamentos estejam totalmente tomados, deve levar um ano, sem exagero.

Já conhecemos algumas famílias que viveram a mesma situação que a nossa: ficaram desabrigados, sem-teto, após vender seu sagrado teto contando com a data que a Cyrela havia dado para todo mundo. Mas ninguém se arriscou a mudar-se no contra-piso, como nós. Não foi fácil, mas valeu a pena.

Valeu a pena porque neste interím, conhecemos muitas pessoas legais, minha vizinha de porta é minha melhor amiga de infância e vai decorar o hall social sozinha, sem que eu tenha que gastar nada além de folhas de cheques. Para mim, que sou muito mais pagar a fazer, é o céu. Já tenho uma personnal, que se mudará no próximo mês. Já tenho dois alunos quase que devidamente matriculados em aulas de inglês. E um de espanhol.

Até a semana passada, estava aflita, queria ver tudo instalado e funcionando. Mas comecei a perceber que minha pressa estava sendo burra. Tudo que fazemos dá o chamado re-trabalho... até agora, nenhum fornecedor ou prestador de serviços que entrou aqui, fez a coisa certa. Entendo que por várias vezes, não foi incompetência de ninguém. É que simplesmente depois de se fazer uma coisa, alguma anterior precisa ser refeita para ficar perfeita. Esperar será a minha virtude no ano de 2010.

Nossa casa está ficando muito aconchegante. Com simplicidade e dentro daquilo que nossas posses nos permite, estamos conseguindo ajeitar tudo, sem deixar as outras obrigações da vida de lado. E que 2011 seja o ano só da curtição, já que meu marido disse que levaremos até o final deste ano para nos ajeitarmos. O jeito é ter paciência... e curtir os novos amigos!

Um comentário:

  1. o mais importante de tudo é deixar a churrasqueira pronta e uma geladeira perto. antes do fim do ano eu chego para inaugurar a minha parte da casa...

    ResponderExcluir