segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

A visita da minha tia

Desde que nos mudamos, temos recebido bastante visitas em nossa casa. É gostoso ter a oportunidade de compartilhar com as pessoas nossas conquistas. Semana passada, tive o prazer de receber, diretamente da Alemanha, meu primo-irmão que estava em férias no Brasil. Qualquer hora, vou falar especificamente sobre meu primo. Quem nos visitou ontem foi minha tia. A Kity, na verdade, não é minha tia. Ela foi casada (e já se separou há alguns anos) com meu tio mais velho, por parte de pai. Quando fiquei grávida da minha filha, começamos a nos aproximar e hoje temos um elo forte. Como sou a única família mais próxima a ela, acabamos mantendo uma relação gostosa. Minha tia é mexicana, oriunda de família quatrocentona da Cidade do México. Daquelas famílias tradicionais, com muitos filhos e muito dinheiro. Ela fugiu de casa muitos e muitos e mais muitos anos atrás, em busca daquilo que acreditava: a simplicidade. É a ovelha negra da casa. Conheceu meu tio em algum lugar do mundo, casaram-se e foi no aeroporto do Rio de Janeiro que ela deu, pessoalmente, a notícia aos seus pais. Mantém contato com sua família quase que diariamente, vai até seu país natal duas vezes por ano, mas sua terra amada é aqui, Brasil. São Paulo para ser mais clara. Ela me presenteou com um vaso de plantas enorme, com espada de São Jorge, pimenteira e mais várias outras plantas ESPANTA MAU OLHADO. Passamos uma tarde agradabilíssima. Que tenhamos muitas outras oportunidades de estar com nossa tiazinha.

2 comentários:

  1. Verdade. Essa baixinha é uma tia linda demais. Saudade

    ResponderExcluir
  2. E tem mais, sua sobrinha já alcançou o tamanho dela...

    ResponderExcluir