sábado, 5 de setembro de 2009

S.O.S.: Professores de Espanhol

Estava dando aula para uma das minhas turmas, quando alguém bateu à porta. Era um professor, que educadamente se apresentou e trazia um papel em suas mãos. Disse que uma escola que ele trabalha precisava urgente de um professor de espanhol para começar imediatamente e me recomendaram como uma boa professora. Agradeci e perguntei para quando seriam as aulas. Por se tratar do Ensino Médio, cuja grande maioria das turmas são no período matutino, tive que recusar o convite, já que estudo pela manhã.

Há muito tempo venho cantando a bola. Há muita gente que fala Espanhol. Porém, não há pessoas falantes da língua que estejam habilitadas para lecionar. No Brasil, há ainda pouquíssimos cursos que habilitam professores nesse idioma e, mesmo assim, ninguém aprende a falar língua nenhuma em curso universitário.

No próximo ano, há uma lei que entra em vigor. As escolas terão que incluir o idioma em seus currículos. E como atender a grande demanda de professores, sem a oferta dos mesmos?

Não sei o porquê de um dia eu ter decidido estudar espanhol; já tem muitos anos. O fato de ter morado em um país sul-americano também me beneficiou. Eis aí uma grande oportunidade para as pessoas que gostam do magistério e tem vontade de aprender outra língua. Mercado de trabalho haverá, sempre!

Nenhum comentário:

Postar um comentário