sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Amigas que são Mulher Maravilha


Tenho meu lado feminista que acredita que só o fato de um indivíduo ter nascido do sexo feminino, já o transforma em super. Mulher aguenta uma carga de trabalho, de informações e de responsabilidades que é difícil de acreditar. Queria escrever algo breve sobre quatro amigas muito queridas, que gostaria de ter muito mais presentes em minha vida, mas a correria na qual vivemos não permite. Escreverei pela ordem de tempo em que conheço cada uma:

Andrea Aiexe: conheci a Dé quando ainda era criança. Ela é três anos mais velha que eu, então, eu era bem criancinha e ela já era uma adolescente super bonita e descolada. A infância passou e nós crescemos. Nossas vidas têm fatos muito semelhantes e por algum motivo, nos reencontramos adultas e fortalecemos nossos laços, cruzando nossas histórias. Ela tem quatro filhos lindos, não só fisicamente, mas também interiormente. Uma menina de 15 anos, um menino de 8, um pequeno de 3 e a caçulinha, com 6 meses. É uma heroína. Trabalha fora, cuida dos filhos, dos amigos dos filhos, do marido, da casa, cria todo tipo de animal (até cobra de estimação ela tem), possui mãos mágicas para artesanato, confeccionando coisas incríveis. Está sempre de bem com a vida e sempre com disposição. É uma MULHER MARAVILHA.

Christiane Ashlay: conheci a Ave Maria no primeiro ano da faculdade de Direito. Ela se casou no ano seguinte e teve três filhas. A mais velha e a caçula estudam em escolas especiais e precisam de alguns cuidados a mais, além de todos que qualquer criança necessita. Ela ainda cuida da sogra, que já tem idade e seus problemas de saúde. Cuida também da casa, do marido e faz faculdade. De Filosofia, o que significa que ela precisa ler muito. Ainda faz academia. E sempre tem tempo para um bate-papo, para uma conversa, para um encontro. Uma pena que eu não consiga o mesmo tempo. Super alto-astral, super bem resolvida, super transparente, SUPER MULHER.

Eliana Lima: conheci a Mida há três anos. Ela lutou para ser minha amiga e tenho certeza que levaremos a amizade até o fim de nossas vidas, pois não foi algo relâmpago, mas uma amizade construída vagarosamente e consistentemente. Ela tem uma história de vida difícil e tinha o sonho de se tornar professora. Chegou de mansinho, não acreditou nela mesma; na verdade, tinha medo de mostrar o furacão dentro dela. Passou a perna em todo mundo. Um ano antes de se formar, conseguiu seu sonhado emprego e a cada semana foi crescendo, crescendo. Mostrou para o que veio. E ainda tem muito a mostrar. Além de dar aula para todas as turmas de um colégio, desde a educação infantil, até o Ensino Médio, o que lhe demanda o dia todo, ainda estuda a noite. Na hora do almoço, ao invés de comer, busca os filhos na escola para deixá-los com quem puder cuidar. Lava, passa, cozinha, limpa a casa, é motorista da família (já que eles possuem apenas um carro). Leva e busca todo mundo em todo lugar. Ela diz que dorme. Eu não acredito. E com tudo isso, ela ainda consegue sorrir, está sempre pronta para ajudar ao próximo e sonha com mais. É uma MULHER MARAVILHOSA.

Luciana Vicentini: conheci a Antinha tem dois anos. No começo, achei-a uma pessoa legal, sem entender o porquê. Depois, descobri. Fomos feitas uma para a outra. Somos gêmeas, separadas no nascimento. Ninguém consegue ser tão insuportável, intolerante e intragável como nós duas. Por isso, nos entendemos muito bem desde o começo. Ela mora aqui em Santana, ao lado da minha casa. E trabalha em Santo André. Entra de madrugada no serviço, pois assim é a vida de um peão. E volta para casa quase que na madrugada seguinte. Quando chega, faz a comida, dá banho no filho, cuida da casa, lava a roupa, passa a roupa, deixa tudo impecável para o dia seguinte. E ainda tem um marido, que tem dois filhos do primeiro casamento, situação a qual ela lida muito bem há mais de dez anos, sem afetar seu dia-a-dia. Sem contar que é uma excelente filha, preocupadíssima com a mãe. Profissional competente, honesta, dedicada, empenhada, de bom caráter, coisa do tipo que não se encontra facilmente hoje em dia. Por tudo isso e muito mais, ela é uma SUPER MULHER MARAVILHA.

Tenho outras amigas queridas das quais falarei qualquer hora. É que neste momento, essas quatro são as quais mais acompanho o milagre de fazer o dia parecer ter cinquenta horas.

Minhas amigas, me orgulho por tê-las em minha vida e por saber que não é apenas minha vida que é uma loucura. Sempre me espelho em vocês quando vejo que a bateria está acabando.

11 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Que lindo !!!! Eu sou tudo isso mesmo ?????? Te amo pandinha...

    ResponderExcluir
  3. Puts amiga, o que dizer..vale lágrimas...
    nossa só nós mulheres para sabermos o quanto vale uma vida. mas vc não fica atras. tanto eu como todas sabe da sua vida também cada uma super mulher no que a vida lhe porpociona.....
    eu já não tenho habilidade nem saco para estudo e diciplina como vc, com a minha cheia de tudo, vc imagina eu na terceira,quarta facu.?
    eu já te enchego na décima, pois vc é a mestra e sempre muito em tudo....
    amo demais, só sinto não estar tão mais perto.
    beijos

    ResponderExcluir
  4. Antinha, eu tb te amo, sua esquisitona!!!! Estranha como eu, só vc e eu!

    ResponderExcluir
  5. Dé, imagina só se eu além de estudar e ler td que estudo e leio, ainda tivesse nascido com a sua paciência e habilidade manual? Ou vice-e-versa? Seríamos dois gênios. E já basta ser mulher né amiga? Eu tb acho que vou ser uma velhinha na universidade gratuita da 3a. idade, que vou comprar tds as suas bijus para ser a velhinha mais perua da classe...rs... amo vc de montão. Bejus

    ResponderExcluir
  6. Meninas, em tempo: slow down. Aproveitem que são maravilhosas e tentem curtir a vida com mais calma, enquanto ainda há saúde e beleza. O mundo não vai parar se vcs diminuírem a marcha...

    ResponderExcluir
  7. Carpe Diem MV... esse é o lema... mas se vc tivesse nascido mulher... entenderia a vida de uma!

    ResponderExcluir
  8. Sosmente hoje pude ler o seu blog, entre uma prova para preparar e outra, entre um telefonema para uma pessoa que está sofrendo muito, enfim...
    Você é minha força, e eu serei a sua sempre, sabes o quanto te amo, o quanto valorizo nossa amizade, e o quanto dói em mim ficar longe de você. lembro-me de certa vez no 2o. ano de ter-lhe dito que mesmo sabendo que ainda teríamos um ano juntas, eu já sentia saudades...mas tudo muda, as coisas mudam tão de repente, mas sempre conto com você para tudo. (Mesmo quando não te pergunto nada!!!!!. Amo muito, muito, muito você. E agradeço de alma e coração, por suas palavras.
    Pena, que eu jamais conseguirei expôr em palavras o TUDO que você representa para mim, mas lembre-se que é muiiiita coisa!
    Beijos Mida

    ResponderExcluir
  9. Mida, aproveitando o ensejo da nossa formatura, para tudo há uma explicação, ao menos que entendamos que "há mais mistérios entre o Céu e a Terra do que sonha nossa vã filosofia"... Love ú, forever

    ResponderExcluir
  10. Minha Linda

    Obrigada... Puxa, eu sempre sonhei ser a Linda Carter, mas acho que eu a superei mesmo neh... Além de mulher maravilha sou filósofa e mais inteligente hahahahahahahaha... kkkkkkkkkkkkk...

    Amiga, precisamos nos encontrar, só li hoje acredita? Fiquei afastada da net porque operei meu joelho direito, levei um golpe no treino de judô... Pois eh amiga luto judô e jiu jitsu tb... hahahaha... Agora só estou na fisioterapia...

    Terminei meu tcc, afinal com um banho de cadeira de rodas e biblioteca me superei de novo!

    O que é a vida senão superação?

    Grande beijo!

    Amo te!

    Chris :)

    ResponderExcluir
  11. Ave Maria... vc é a campeã... esqueci de mencionar o judô....rs... amiga, as férias estão chegando... mas vamos nos encontrar no aniversário das crianças, está chegando. Sei que vai ser corrido, não poremos as fofocas em dia, mas daremos um forte abraço!

    Love ú

    ResponderExcluir