terça-feira, 18 de agosto de 2009

Volta às aulas

Fiquei impressionada com a chegada ontem na escola das crianças. As mães aguardavam ávidas pela abertura do portão. A alegria em seus rostos estava tão explícita que daria uma bela poesia. Em contrapartida, as crianças tinham aquela sensação ruim de deixar a barra da saia da mamãe após tantos e tantos dias de férias inesperadas. Ninguém chorou, todos entraram bem e sai aliviada. Nem acreditava que, finalmente, as aulas tinham voltado.
Fui buscar os dois na saída e ambos entraram no carro muito excitados para contar-me sobre o dia de volta às aulas. Primeiramente, tinham em mãos o presente do dia dos pais: um par de Havaianas personalizadas, cujo principal atrativo mesmo era o desenho que cada um fez para servir de embrulho. Depois contaram sobre o reencontro com os amigos e começou a sessão gripe suína. O pequeno, de apenas três anos, disse-me que não podia mais beijar e nem abraçar o papai e a mamãe, também não podia abraçar os amigos, não podia dividir os brinquedos, nunca mais era para dividir o lanche com os amigos, não podia emprestar material e toda vez que mexesse em algo, tinha que passar gelzinho nas mãos, para ficarem bem macias. Enquanto eu ainda dirigia, ambos tiraram de suas mochilas uma garrafinha de água, e o pequeno continuou as instruções: “mamãe, quando chegar em casa, tem que lavar bem lavadinho a minha garrafinha e nunca pode esquecer de levar à escola. Aqui está escrito meu nome, Leonardo, que sou eu. Nenhum amigo pode usar a garrafa do outro amigo e só a tia pode colocar água na garrafa, ninguém pode ir mais tomar no bebedouro”.
É realmente um alívio saber que a escola está tomando todas as medidas que podem para conter a propagação do vírus H1N1. Mas é triste ver a distância que as crianças e os adultos começam a tomar um do outro, por medo de contaminação. Espero que tudo isso passe logo e que eu possa voltar a chegar na escola deles e abraçar e beijar pessoas tão queridas que cuidam zelosamente dos meus filhos todos os dias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário