quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Matrioskas


Eu e as Matrioskas temos uma história antiga para contar. Não sei precisar quando foi o nosso primeiro encontro, mas sempre achei o máximo aquelas bonequinhas surpresas... abre-se uma e lá vem outra dentro... abre-se outra e tem mais... parece que nunca acaba. Criança adora.


Há alguns anos, estivemos na Casa-Museu do Pablo Neruda, em Santiago do Chile. Uma coleção de Matrioskas decorava um dos ambientes e até hoje, toda vez que encontra as bonequinhas, minha filha filha aponta: "olha as bonequinhas do Pablo Neruda".


Hoje, navegando pela internet, achei uma loja que virou meu sonho de consumo. Não consegui descobrir onde ela fica, mas provavelmente deve ser na Rússia. Para quem gosta das Matrioskas, assim como eu, ficará fascinado também.

4 comentários:

  1. Não ligo muito pras matrioskas, mas sou fã do Neruda. A Isabelita já assistiu Il Postino???

    ResponderExcluir
  2. Putz MV, as Matrioskas são demais...não vejo a hora de vc ir para Moscou e me trazer as originais, mas não as com 5 q vende em qq canto, umas que vem 10, 15, 20... muitas!

    Nem ela e nem eu assistimos ao filme. É bom?

    ResponderExcluir
  3. Tb conhecido como O Carteiro e o poeta. Nunca viu???

    ResponderExcluir
  4. Pq não disse antes? Claro que já... aliás, vi no Chile, em Portugal e no Brasil... vou alugar para ela.

    ResponderExcluir