terça-feira, 18 de agosto de 2009

A relatividade

Algumas vezes, minha filha me pergunta “mamãe, tal lugar fica longe?”. Respondo que tudo depende de onde estamos. Não dá para dizer se algum lugar é longe ou não, se não definirmos parâmetros para a distância.

Hoje, durante uma aula de Literatura, discutíamos um poema de Bandeira, cujo mote era feiúra. E mais uma vez, chegamos à relatividade. O que é bonito para um, é feio para o outro e vice-e-versa. Disse que para toda panela, há uma tampa. A professora complementou: “hoje em dia, até frigideira tem tampa”.

E quando se trata da verdade, também há a relatividade? Ou a verdade é e será sempre a verdade, nada mais que a verdade?

Nenhum comentário:

Postar um comentário