sábado, 22 de agosto de 2009

A impotência humana

Ontem, meu marido levou as crianças para a escola e isso me facilita tanto a vida. Ao invés de chegar cedo demais na faculdade, consigo adiantar várias coisas em casa (e até na rua). Acabei indo ao Fleury buscar os resultados dos exames que eles haviam feito sábado passado e fiquei no carro mais tempo que o habitual. Ouvindo notícias no rádio, o locutor revoltado falava sobre o projeto de lei que tramita para a volta de um novo imposto, em substituição à CPMF. Como sempre, me senti lesada, impotente, inútil, por não fazer nada em relação a tanta sem-vergonhice que vivemos no Brasil.

Dormi com o assunto na cabeça e hoje acordei meio revoltada, meio adolescente e a parte adolescente resgatou uma música antiga que remete ao meu sentimento. Desculpem as palavras feias, mas é bem por aí!
FILHA DA PUTA - ULTRAGE A RIGOR - Composição: Roger Moreira

Morar nesse país
É como ter a mãe na zona
Você sabe que ela não presta
E ainda assim adora essa gatona
Não que eu tenha nada contra
Profissionais da cama
Mas são os filhos dessa dama
Que você sabe como é que chama
Filha da puta
É tudo filho da puta (2x)
É uma coisa muito feia
E é o que mais tem por aqui
E sendo nós da Pátria filhos
Não tem nem como fugir
E eu não vi nenhum tostão
Da grana toda que ela arrecadou
Na certa foi parar na mão
De algum maldito gigolô
Filha da puta
É tudo filho da puta (4x)
'Cês me desculpem o palavrão
Eu bem que tentei evitar
Mas não achei outra definição
Que pudesse explicar
Com tanta clareza
Aquilo tudo que agente sente
A terra é uma beleza
O que estraga é essa gente
Filha da puta

3 comentários:

  1. quando li essa notícia, pensei "ainda bem que eu não morro aí". depois pensei melhor e... pô, tanto faz. safado tem aí, aqui e em qualquer outro lugar. depois as pessoas não entendem a nossa contagem regressiva para o fim. humpf!

    ResponderExcluir
  2. Pô MV, sabe o que eu descobri? Que vivemos eternamente em contagem regressiva...para o dia da viagem, para o dia do aniversário, para o dia do salário, para o dia da volta, para o dia do Canadá, da Alemanha, de Budapeste...para o dia de resolver os problemas (e sempre surgem uns piores)... kct, não podia ser mais fácil? Falta muito para 2012????

    ResponderExcluir