segunda-feira, 8 de junho de 2009

Férias, pra que te quero?


Quero que as férias cheguem. Estou em contagem regressiva para sua chegada. Programei-me para dormir até mais tarde todos os dias. E ao acordar, quero tomar café da manhã, coisa que não faço diariamente. Sentar a mesa, mastigar devagar e saborear os alimentos. Ter tempo para poder pensar no que comer e levar à boca algo que seja saudável e nutritivo, nada daquele pão de queijo da lanchonete da faculdade, ou do croissant gorduroso da hora do intervalo. Não vejo a hora.

Quero que as férias cheguem. Meu marido entrará em férias no trabalho e combinamos de fazer vários passeios culturais com as crianças, que não tivemos tempo ao longo do semestre. Visitaremos a exposição do MASP, da Pinacoteca, vamos ao Museu da Língua Portuguesa e ao da Independência. Comeremos sanduíche de mortadela no Mercadão e aproveito para visitar minha amiga Fernanda por lá. Levaremos as crianças para andar de trem, pois há muito eles pedem esse passeio. As crianças também têm em mente todos os filmes que estrearão em junho/julho e que veremos juntos. Iremos até Campos de Jordão, nem que seja por um final de semana, só para sentir o frio serrano cortar nossos ossos. Não vemos a hora.

Quero que as férias cheguem. Minha casa está uma bagunça e colocarei tudo em ordem. Arrumarei os armários, encaixotarei algumas coisas para a mudança, procurarei documentos que estão perdidos, organizarei meu material, meus livros e os brinquedos das crianças, farei uma limpeza em coisas que não se usam há mais de um ano para doar aos necessitados. Não vemos a hora.

Quero que as férias cheguem. Finalmente, poderei ajudar a minha amiga Jaquerida. Vamos arrumar o quarto da noiva, vou ajudá-la a arquivar seus documentos, a organizar várias coisas. Darei a ela algumas aulas de Psicologia, ensinarei a gravar áudio-livros no MP3, farei resenhas de alguns livros para que ela se interesse pela leitura. Não vemos a hora.

Quero que as férias cheguem. Vou poder encontrar minhas primas Cris e Valéria, uma que mora em Osasco e a outra em Santo André, mas que ao longo do semestre não tenho tempo de ver. Também quero visitar minha avó que mora ao lado de casa e não vejo tem mais de um ano. Prometi que irei visitar minha tia Marlene, pois estou devendo a visita há muito tempo. Tenho que passar um dia inteiro com a minha madrinha, para colocarmos uma parte dos nossos assuntos em dia. Também combinei com minha tia Cristina um encontro, pois não nos vemos desde o ano passado e estamos com saudades. Não vejo a hora.

Quero que as férias cheguem. Vou aproveitar para ler dois livros da Marian Keyes que estou ávida por conhecer. Também preciso ler os seis números de “Querido Diário Otário”, que minha filha adorou, mas só conheço a resenha. Preciso conhecer a obra para poder participar mais a fundo das conversas com ela. Separei vários livros de histórias que quero ler com as crianças. Como cada um é de uma faixa etária, faremos leituras separadas. Farei também a leitura de uma meia dúzia de obras que não consegui ler durante o semestre, mas que eram obrigatórias para complementar meu conhecimento daquilo que nos foi passado. Não vejo a hora.

Quero que as férias cheguem. No dia-a-dia, não tenho tempo para quase nada. Ainda fiquei mais ainda sem tempo depois que minha filha se acidentou. Só de fisioterapia diária, foram dois meses. É filho que fica doente, é marido que viaja, que trabalha muito. Vou aproveitar. Visitarei minha amiga Alda, pois não conheço ainda seu neto Gugu, que nasceu no final do ano. Encontrarei com minha amiga Chris Ave Maria, que não vejo há anos e não consegui encontrá-la nas duas últimas férias. Quero encontrar a Cris Alencar também, até tentamos durante o semestre, mas eu só dou furo. Vou encontrar com a Lú, afinal, mal nos falamos na festa de 15 anos da filha dela. Tenho um encontro com a Dani, e prometemos ficar uma semana juntas, para dar conta de colocarmos todos os nossos assuntos em dia. Nas férias, vou encontrar minha amiga Érika, temos nos desencontrado muito. Não vejo a hora.

Quero que as férias cheguem. Fui empurrando várias pendências burocráticas durante o semestre. Tinha que fazer vistoria no carro do meu marido para licenciá-lo, mas não deu. Estamos sem o documento e precisamos regularizar a situação. Tenho que levar para o advogado a documentação de compra do nosso apartamento, pois vamos processar a construtora, devido aos problemas que nos causaram nos últimos tempos. Precisaremos ir atrás de um carro que já vendemos há mais de um ano; chegou uma multa na casa do comprador, uma multa federal, de 2005. Só que compramos o carro em 2007, ou seja, vai dar um pouco de trabalho para resolver, mas vamos lá, é para isso que servem as férias. Não vejo a hora.

Quero que as férias cheguem. Neste semestre, não tive tempo de ir ao ginecologista e meu papanicolau venceu em abril. Aproveitarei para passar em um clínico geral e resolver alguns probleminhas que ando tendo, mas estou sem tempo para resolver. Minha pressão gira em torno de 11x15 e ainda tenho 35 anos, preciso me cuidar. Minha filha quebrou o dente no acidente e não tivemos tempo de tratá-lo. Vou fazê-lo nas férias e aproveitarei para colocar aparelho nos dentes dela novamente; não adiantava tê-lo feito antes, pois não conseguiria fazer a manutenção. Meu filho caiu na escola. Aos três aninhos, o dentinho de leite da frente ficou escuro. Levei ao dentista nas férias de janeiro, agora preciso acompanhar para ver se não está fazendo necrose. Tenho todos os dentes da boca para tratar, meu marido precisa de uma pequena cirurgia bucal, faremos tudo nas férias. Meu marido também precisa extrair um pequeno tumor que cresce constantemente em sua cabeça; trata-se de um abscesso gorduroso, nada complicado, mas que precisa ser feito. Temos que aproveitar para fazer a vasectomia dele, antes que o prazo de cinco anos do meu DIU termine. Como é bom ter férias. Não vejo a hora.

Quero que as férias cheguem. Não vejo a hora. Afinal, férias são exatamente para fazer nada ou fazer tudo que não conseguimos fazer fora delas. Ah, não vejo a hora.

3 comentários:

  1. O bom das férias é planejá-las....se vc for fazer tudo isso que pretende nessas férias vai acabar sonhando com o proximo semestre que vc planeja apenas empurrar com a bariga!!! ufa!!!brincadeirinha, tá!!!!

    ResponderExcluir
  2. Caraca! Cansei só de pensar. Quanta coisa. Vai precisar de férias das férias.

    De qualquer forma, o que me chamou mais a atenção foram os pães de queijo e o sanduba de mortadela... ô saudade...

    bjoca

    ResponderExcluir
  3. Dinda, preciso MUITO de férias das férias... pior é que recebi vários emails de amigos reclamando que foram excluídos das minhas férias. Irmão, vou pra Irlanda, to chegando, peraí....

    ResponderExcluir