terça-feira, 20 de janeiro de 2009

Profissão: Tradutor

A hora se aproxima. Todos em clima de "HSM 3 - O Ano da Formatura". Na minha cabeça, claro, a pergunta: como será o amanhã? Não é letra de música. Ou talvez seja, mas a música que toca constantemente em meus pensamentos.
Quando se fala para alguém que se estuda para ser tradutor, ouve-se perguntas de todos os tipos: "um tradutor traduz toda e qualquer língua?"; "como é feita a tradução de um filme ou um seriado, já que há tanta diferença entre o que se diz na língua original e o que se traduz em nossa língua?"; "o tradutor traduz apenas livros, ou também faz tradução no dia do Oscar e nas Olimpíadas?". Para cada pergunta, há um tipo de resposta, e na verdade, podem haver muitas respostas.
Em suma, o tradutor pode traduzir qualquer língua para qualquer outra língua, desde que saiba falar as duas. Simples não? Claro que não. Há que se ter o domínio, principalmente no que tange às expressões, gírias e dialetos. Há que se saber como substituir determinada expressão para que tenha sentido em um contexto.
O tradutor pode traduzir filmes, seriados, livros, revistas, textos em geral. Há ainda o tradutor juramentado, profissional habilitado (através de prova específica) para traduzir documentos e ofícios. Geralmente, o profissional que trabalha com tradução, trabalha também com interpretação, sendo esta, mais difícil que aquela (para grande parte dos profissionais), por se tratar de um trabalho "ao vivo e a cores". Não importa o que será o amanhã, sequer se seguirei a carreira de tradutora ou de intérprete. Na verdade, como tudo na vida está cadenciado, tudo em ritmo musical, fica essa: "Eu só quero ser feliz...".

Um comentário:

  1. Ursinha, se vc for tradutora, escritora, professora ou qualquer outro ORA, vc será sempre a melhor. Beijo amigas

    ResponderExcluir