sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Então é Natal...


Mais um ano indo embora e, mais uma vez, o povo inicia sua corrida para as compras natalinas.

Quando era criança, confesso que gostava do Natal, mas este gosto foi se perdendo conforme fui crescendo. Hoje, me emociono ao ver o Leleco todo entusiasmado, abraçando o Papai Noel, escrevendo um e-mail para o bom velhinho para pedir o seu presente. A Bibi não quer me dizer nada, mas acho que ela não acredita mais que o Papai Noel venha trazer os presentes. Vou ficar na minha.

Acho uma graça essa ilusão que a criança tem. O que não gosto do Natal (e de nenhuma outra data comercial) é a exarcebação ao consumo. A obrigação em presentear a cada um dos familiares, vizinhos, amigos, colegas, porteiros, professores e abrir falência no fim de dezembro.

Não gosto que dêem presentes aos meus filhos nesta data. Acho que o Papai Noel vem, traz um único presente e pronto. Eis a simbologia cristã, quando os Reis Magos presentearam o Menino Jesus.

Ensino aos dois que não é preciso que seja Natal para reunir a família ou as pessoas as quais amamos. Qualquer dia é dia de estar junto de quem se deseja. Oro com os dois, para que agradeçamos todas as graças que recebemos, mas não no dia 25 de dezembro. Oramos os 365 dias do ano. Mostro a eles que, antes de qualquer "presente de desembrulhar", o maior presente que temos todos os dias é a nossa família, o amor que nos une, a saúde que Deus nos oferece e a chance de estarmos aqui, para evoluírmos como seres humanos!

Que o espírito natalino esteja presente no coração de todos os cristãos, em todos os dias do ano, em todos os minutos de nossas vidas, e que sejamos capazes de amar, perdoar e praticar os ensinamentos do Mestre Jesus.

2 comentários:

  1. De Natal eu não gosto nem um pouco, mas vc tá lindona na foto. Valeu a pena a visita.

    ResponderExcluir
  2. Realmente esta foto com o Papai Noel vc está linda minha Tora Amada.
    Toro

    ResponderExcluir